É isso aí.
A Sadia, assim como quem não quer nada querendo tudo, registrou a marca Tucupi.

Quando os japoneses registraram a marca Cupuaçu foi feito um escarcéu e, pelo que se divulgou a época, eles recuaram.
Agora é uma multinacional brasileira que faz a mesma coisa com o tucupi nosso de cada dia (para nós, paraenses, tucupi é tão sagrado quanto o pão do Pai-Nosso).
Mas isso tudo só acontece porque nós não valorizamos nosso patrimônio imaterial e nossos produtores não ligam muito para essas coisas (e não são nem um pouco organizados, diferentemente dos produtores europeus).
Como nós não ligamos, tem quem ligue.
No caso a Sadia ligou.
Ah, sim.
Outra empresa tentou registrar a marca Tapioca. Pelo que entendi da consulta feita ao INPI por pessoa amiga, esse pedido foi indeferido. Mas no Exterior a marca Tapioca está registrada pela Royal (a do fermento), como já mostrei aqui em outro post.
Logo logo a Sadia vai querer impedir o uso da marca pelas concorrentes ou cobrar royalties.
Te cuida, Elaine!
Te cuida, Eliete!

Extraído de:
www.blogdoalencar.blogspot.com/2011/03/sadia-registrou-marca-tucupi.html