Mais de cinco milhões de brasileiros recebem, nesta terça-feira (28), o auxílio emergencial, uma das medidas para conter os impactos negativos da pandemia do novo coronavírus. Ao todo, serão mais de R$3,5 bilhões que a Caixa Econômica destina aos trabalhadores informais, que tiveram a atividade econômica prejudicada com as medidas para a redução do contágio.

Entre os que se inscreveram pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou pelo site do auxílio, mais de três milhões de beneficiários devem receber a parcela de R$600. A maior parte do montante vai ser paga aos informais por meio das contas da Caixa Econômica e o restante, em contas de outros bancos.

A Caixa informou que, desde o dia nove de abril, mais de 44 milhões de pessoas tiveram o benefício creditado nas contas bancárias. O valor total já supera os R$33 bilhões. Quase a metade é de inscritos pelo aplicativo ou pelo site. Esse total já se aproxima dos 50 milhões de cidadãos que desejam receber o benefício.

Quem recebe o auxílio em poupança da Caixa Econômica pode movimentar o valor digitalmente pelo aplicativo ou site da conta, ou até mesmo utilizando o cartão de débito em compras. Quem recebe via poupança digital pode fazer pagamentos de boletos online, por meio do aplicativo Caixa Tem. O saque dos valores, em espécie, deve respeitar o calendário, de acordo com o mês de nascimento.

Nesta terça, podem sacar os aniversariantes de março e abril. Na quarta, os nascidos em maio e junho, na quinta, os de julho e agosto, e assim por diante. Os saques ocorrem aos poucos, para que os beneficiários evitem aglomerações nas agências bancárias e postos de saque.

E os beneficiários do Bolsa Família, que não precisam se inscrever nos canais da Caixa, receberão o crédito conforme o calendário do próprio programa, seguindo o último algarismo do NIS, Número de Identificação Social: nesta terça (28), recebem os de final oito. Na quarta, final 9 e na quinta, os de final zero.

Fonte: EBC