Técnicos da Eletronorte e da Celpa estão desde quarta-feira (06) nos municípios de Breves e Cametá, fazendo o levantamento topográfico para definir o sequenciamento do linhão do Marajó, que vai levar energia elétrica da Hidrelétrica de Tucuruí para o Arquipélago do Marajó, um investimento superior a R$ 300 milhões.
O anúncio foi feito nesta quinta-feira (07), em Soure, pelo secretário de Estado de Integração Regional, André Farias, e pelo diretor de Planejamento e Programas Especiais da Celpa, Álvaro Bressan, durante audiência do Fórum do Marajó.