O coordenador geral do programa no município de São Sebastião da Boa Vista, Vagno Ramos, avaliou positivamente a ação

A caravana do Pro Paz, em 12 dias na ilha do Marajó, já realizou mais de 100 mil atendimentos e segue hoje para o município de Curralinho

A caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva, em 12 dias na ilha do Marajó, já realizou mais de 100 mil atendimentos. Famílias inteiras foram beneficiadas com algum tipo de serviço gratuito oferecido pela caravana nos municípios de Ponta de Pedras, Muaná e São Sebastião da Boa Vista, onde permanecerá até a madrugada desta quarta-feira (7), quando seguirá para o município de Curralinho.

A pescadora Rosileide Pinheiro da Silva, 26, além de ter realizado diversos exames e ter sido consultada com um clínico geral, obteve remédios gratuitamente. Ela, a mãe e a avó estão entre as milhares de famílias que o programa abraçou. “Minha família está muito feliz, todas estamos bem graças a Deus e ao Pro Paz que permitiu que todas nós fizéssemos as consultas que estávamos precisando”, agradeceu Rosileide.

O coordenador geral do programa no município de São Sebastião da Boa Vista, Vagno Ramos, avaliou positivamente a ação. “Cada município que passamos nos surpreendemos mais com o número superado de atendimentos. Eu, como filho da região, nascido em Ponta de Pedras, me sinto gratificado por nosso povo receber um atendimento digno”, destacou Vagno. Ainda segundo ele, todo este sucesso se deve à dedicação dos mais de 200 servidores que atuam na caravana. “Em todos os municípios e localidades que passamos, nós servidores que atuamos no Pro Paz, sempre buscamos atender a população com muito carinho e grande receptividade, sem nos importarmos com cor, sexo ou idade. Vemos todos como filhos marajoaras”, definiu o coordenador.

Com passagem por apenas três municípios e duas comunidades, uma ribeirinha (São Miguel da Pracuúba) e uma quilombola (Santana do Arari), a caravana já chegou aos mais de 100 mil atendimentos, sendo que cerca de 46 mil foram oferecidos em Ponta de Pedras, 36 mil em Muaná e 27 mil em São Sebastião.

Farmácia

O setor de farmácia do programa Presença Viva, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), também superou suas expectativa e já distribuiu, gratuitamente, mais de 50 mil medicamentos. Os remédios mais receitados pelos médicos são para combater vermes, pressão e anemia – o que representam as maiores debilidades na região. A caravana sai na madrugada desta quarta-feira, 7, às 4h, de São Sebastião e chega ao município de Curralinho ainda na quarta-feira pela manhã. Os atendimentos serão realizados nos dias 8 e 9, nos horários de 8 às 17h. A população do município já aguarda ansiosa.