O povo do campo cobra providencias do poder público municipal.

No último dia 11 de julho o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) realizou audiência pública na zona rural do município de São Sebastião da Boa Vista, para tratar o tema “Políticas sobre tráfico, consumo e prevenção às drogas, envolvendo crianças e adolescentes”. A estrutura foi montada no salão da Escola Vereador Engrácio da Comunidade Ribeirinha Bom, às margens do Rio Pracuuba Grande, cujo acesso demora uma hora de navegação em lanchas, chamadas voadeiras.
A audiência pública teve como objetivos principais: dialogar com a sociedade e alertar sobre os efeitos que as drogas provocam, apresentando aspectos jurídicos, biológicos e sociais.
Além da promotora de justiça de São Sebastião da Boa Vista, Patrícia Carvalho Medrado Assmann, que presidiu os trabalhos da audiência, compuseram a mesa de abertura o prefeito José Hilton Pinheiro de Lima, o vereador Alberto Vilena, a investigadora da polícia civil Daniele Nascimento, Leôncio Silva (representando a Comunidade Bom Jesus, do Rio Pracuuba Grande); a assessora do MPPA Angélica Varela e a conselheira tutelar Paula Farias. Todos fizeram uso da palavra, parabenizando a promotora por oportunizar o diálogo com a comunidade, informando as funções Durante o encontro a promotora Patrícia Assmann realizou exposição sobre o tema da audiência, esclarecendo que o uso e o consumo são crimes, que destroem pessoas e famílias dessas.que exerciam.
Durante as manifestações das comunidades, houve cobranças ao chefe do Poder Executivo Municipal, relatos de casos, denúncia da ocorrência de prática de tráfico de drogas em comunidades ribeirinhas, sugestões de projetos de prevenção a ser implantado nas escolas ribeirinhas e solicitação para que o Ministério Público realize mais audiências públicas. Também houve inúmeros pedidos para que haja policiamento na região, em razão da ocorrência de crimes relacionados às drogas, especialmente furtos, roubos e violência sexual.

leia matéria completa AQUI