Foram estipuladas para acompanhamento um total de 1867 famílias com perfil saúde. O acompanhamento foi realizado mediante agendamento divulgado pelos Agentes Comunitários de Saúde, sendo realizado nas dependências da antiga Clínica Raimunda Gaspar para as famílias residentes na sede e na zona rural próxima, durante o mês de setembro de 2009.
Para as famílias oriundas de localidades de difícil acesso foi montado cronograma especial de acompanhamento em locais estratégicos, que contemplaram o posto de saúde da vila Estância (foto), o Posto de Saúde da Família do Coqueiro, o Posto de Saúde da Família da vila Raquel, posto de Saúde da Vila Nazaré, Posto de Saúde do Urucuzal, Posto de Saúde do Rio Guajará e posto de Saúde São Benedito. Este cronograma foi executado no período de 12 de outubro a 20 de novembro de 2009.
Do total de famílias, foram totalmente acompanhadas 1536, perfazendo uma cobertura de 82,27% do município.
Após o período de agendamento estipulado pela coordenação municipal do programa, tendo a frente a nutricionista Gheyse Rodrigues Neves, foi permitido um período de 15 dias para o comparecimento das famílias retardatárias na sede da Secretaria Municipal de Saúde. Os dados coletados no sistema de informação on line do programa, foi realizado durante todo o período de acompanhamento, sendo que, todos os dados foram informados antes do prazo estipulado pela coordenação federal do programa, de 30 de dezembro de 2009, que marca o fim da 2ª vigência.
O Secretário Municipal de Saúde Delcimar Viana informou que a estratégia de acompanhamento na zona rural é uma pratica desde a 1ª vigência de 2009. “É importante lembrar aqui, que o acesso à áreas extremas da zona rural é de grande dificuldade, com localidades distantes até 8 hs de viagem para se chegar ao destino de acompanhamento”. O Secretário de saúde ressalta ainda a grande importância dos agentes comunitários de saúde nesta ação municipal de acompanhamento.

Fonte: Gheyse Rodrigues Neves – Coord. Municipal do PBF
Secretaria Municipal de Saúde de SSBV