Cá pra nós, uma cidade que tem um falso médico como prefeito, tinha que ter o pior sistema de saúde do país. Ao passar a responsabilidade para o estado pelo caos nos hospitais de Belém, Duciomar Costa assinou um atestado e incompetência administrativa, coisa que todos já sabiam.

Mas o que é pior, é que a maioria dos eleitores da capital preferiu mantê-lo no cargo, aumentando assim o atraso político-administrativo da cidade.

Quatro anos passa rapidinho, né? Aguenta Belém!!!