O Município de São Sebastião da Boa Vista garante através da Secretaria Municipal de Saúde a implantação de SALA DE ESTABILIZAÇÃO que faz parte da política nacional de atenção às urgências. O Ministério da Saúde deve liberar R$ 70 mil para investimento na adequação da área física da sala e aquisição de equipamentos como: aparelhos respiradores, desfibrilador, detector de batimentos cardíaco fetal, eletrocardiograma portátil, ressuscitador manual kit adulto, infantil e neonatal além de outros. O investimento tem ainda o repasse de R$ 35 mil por mês para custeio da Sala que vai funcionar 24 horas, com técnico de enfermagem, enfermeiro e profissional médico para atendimento à pacientes em situação de emergência (acidentado, parada cardíaca) desta forma, temos a garantia da estabilização e monitoramento do paciente com todas as funções, entubação, medicação vaso ativa. Esses procedimentos possibilitam aguardar o eventual transporte para uma unidade hospitalar especializada na capital, desafogando assim, a remoção para os Prontos Socorros super lotados em Belém.

A SESPA e o Ministério da Saúde reuniram-se com os 16 secretários municipais de saúde do Marajó no ano final do ano de 2009 e prestaram informações no auditório do Hospital Gaspar Viana, para detalhamento sobre as Unidades de Pronto Atendimento – UPA´s e Sala de Estabilização. Na ocasião, o Ministério da Saúde anunciou a visita ao Município de São Sebastião da Boa Vista ainda no primeiro semestre de 2010 para avaliação da localização estratégica da Sala de Estabilização no Novo Hospital Municipal. Segundo informações do secretário municipal de saúde, Delcimar Viana (Foto), “já foi dado ordem pelo prefeito municipal Laércio Pereira,para aquisição do restante dos equipamentos hospitalares, no qual terá aplicação de recursos próprios, desta forma, acreditamos que em breve teremos a melhor instalação física hospitalar de médio porte do Marajó”, ressaltou o secretário.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de SSBV