Agência Pará
Os municípios de Ponta de Pedras, São Sebastião da Boa Vista, Breves, Portel, Soure e Salvaterra, no arquipélago do Marajó, receberam neste final de semana, nos dias 28 e 29 de março, plenárias do ProJovem Urbano. O território foi escolhido pelo Governo do Estado para intervenções urgentes, por meio de políticas públicas que visam promover a cidadania de jovens entre 18 e 29 anos que ainda não concluíram o ensino fundamental.
O ProJovem Urbano tem como finalidade elevar o grau de escolaridade, visando o desenvolvimento humano e o exercício da cidadania, por meio da conclusão do ensino fundamental, da qualificação profissional e do desenvolvimento de experiências de participação cidadã. No Pará, 20 municípios assinaram convênio com o Estado e 8.400 alunos começam a estudar no próximo dia 6 de abril.
“O ProJovem, para mim, é uma oportunidade que pensei que nunca mais teria. Agora vou me esforçar para terminar meus estudos e procurar ter uma qualificação para trabalhar; assim, vou poder criar meus filhos e ajudar minha família”, disse a aluna Jaira Drago, matriculada no ProJovem Urbano no município de São Sebastião da Boa Vista, que abriu a plenária da juventude no município.
Em seguida, o prefeito de São Sebastião da Boa Vista, Laércio Rodrigues (PT), afirmou que “o futuro dessa juventude começa hoje com o ProJovem. É a qualificação e o desenvolvimento chegando, graças ao empenho da governadora Ana Júlia Carepa e do presidente Lula”.
Para o aluno André Quaresma, em Breves, a chegada do ProJovem é motivo de muita alegria e esperança no município. “Não tenho dúvidas que todos nós vamos agarrar com unhas e dentes essa nova oportunidade que o governo está nos dando. Agora, já posso sonhar com um futuro feliz, graças ao ProJovem”. O prefeito da cidade, José Antônio Azevedo Leão (PMDB), garantiu que Breves é parceira do presidente e da governadora Ana Júlia Carepa em mais essa empreitada de inclusão social da juventude do município.
Para Eliezer Viana, aluno do ProJovem de Portel, a vida vai melhorar bastante. “Vou estudar com dedicação e vontade, pois não posso perder essa oportunidade de concluir meus estudos e ter uma profissão. O caminho é longo, mas a minha vontade de estudar e ser alguém na vida é muito maior”. Na ocasião, o prefeito da cidade, Pedro Rodrigues Barbosa (PMDB), que enfatiza ser comprometido com o bem-estar de quem escolheu viver em Portel, assinou projeto de lei criando o Conselho Municipal de Juventude. “O melhor da política é poder fazer o bem à população e esta iniciativa que a Câmara de Vereadores apreciará é uma medida concreta para dar um futuro aos nossos jovens”, disse.
Em Soure, a aluna Débora Gomes ressaltou que o ProJovem vai proporcionar novas oportunidades de emprego, já que, além da conclusão do ensino fundamental, permitirá a qualificação profissional. O prefeito João Luiz Oliveira Melo (PT) ressalta, com orgulho, a parceria com o presidente Lula e com a governadora no programa. “Aqui temos uma juventude guerreira e que todos os dias vai à luta. Por isso, o ProJovem é mais uma importante iniciativa de corrigir o passado de abandono e projetar um futuro de oportunidade para nossos jovens”.
Encerrando as plenárias, o chefe da Casa Civil, Cláudio Puty, representando a governadora Ana Júlia Carepa, disse estar muito orgulhoso de todos os participantes do programa. “A governadora tem consciência das dificuldades que a juventude enfrenta para estudar e se qualificar. Por isso, abraçamos o ProJovem como uma das prioridades de governo, e não estamos medindo esforços para participar de todas as plenárias e dar o seguinte recado: vocês são vitoriosos e temos orgulho de ver tantos jovens voltarem à sala de aula para concluir seus estudos e buscar qualificação profissional. Esse é um passo importante que só um governo comprometido com a juventude pode dar”.
Ari Loureiro, coordenador técnico do ProJovem no Estado, salientou que o Pará inovou e deu um bom exemplo para o Brasil com a realização das plenárias. “Elas serão permanentes, pois é assim que se constrói a cidadania juvenil”, destacou. Para o representante do ProJovem Federal, Sérgio Gotti, a semente plantada em 2003 pelo presidente Lula, assim que assumiu, cresceu e deu novos frutos. “O maior exemplo é que mais 200 mil jovens já passaram pelo ProJovem e, no próximo dia 6 de abril, mais 200 mil em todo Brasil começam uma nova e inovadora etapa do programa, que agora se expandiu para o interior dos Estados. Estou emocionado de ver a participação e o empenho da juventude do Pará em participar. Levarei a Brasília um verdadeiro exemplo de participação, engajamento e mobilização efetiva dos jovens do Pará”, concluiu.
Texto: Keyla Negrão – Secom