Cinco projetos paraenses de quatro categorias diferentes foram aprovados no Programa Petrobras Cultural (PPC), edição 2008/2009. O resultado das seleções públicas foi divulgado na última quarta-feira, dia 10 de fevereiro, no Rio de Janeiro (RJ). Ao todo foram contemplados 131 projetos de 20 Estados brasileiros, nas áreas de Música, Audiovisual, Artes Cênicas, Literatura e Cultura Digital, que receberão uma verba total de R$ 42 milhões.
O projeto do Grupo Cuíra, intitulado “Memórias”, está entre os selecionados pela estatal brasileiras na categoria “Artes Cênicas”. Referência na região Norte, o Cuíra mostrará uma pesquisa em torno das memórias da capital paraense e do imaginário de Belém. Outro projeto paraense aprovado foi “A canção perdida de Waldemar Henrique”, na categoria produção de filmes de curta-metragem para salas de cinema. O documentário usa o imaginário popular da Amazônia para destacar a importância da obra do compositor paraense.
Também foi aprovado o projeto de audiovisual “Ervas e saberes da floresta”, de Maria Zienhe Caramez de Castro, que propõe um documentário sobre a vida na floresta amazônica, seus valores e tradições místicas, com ênfase na utilização das ervas medicinais que ajudam a curar enfermidades. O romancista Raimundo Valter dos Santos Freitas foi mais um dos contemplados com o projeto “Kararaô”. O curta “Juliana contra o jambeiro do diabo pelo coração de João Batista”, de Roger Elarrat, encerra o ciclo de projeto paraenses aprovados no PPC.

Fonte: Ascom Petrobrás