Em 2009, quando foi aprovada no Congresso Nacional a Emenda Constitucional nº 58, a população se mobilizou e protestou. Três anos depois, ninguém mais parece lembrar que a alteração na Constituição, que permite que as cidades ampliem a quantidade de cadeiras no Legislativo de acordo com o aumento populacional medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), está valendo. E as Câmaras Legislativas de vários municípios espalhados pelo país estão aplicando a nova medida. Só no Pará, 44 municípios já alteraram o número de representantes no Legislativo local, segundo levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Outros 42 vão alterar ainda para as eleições deste ano. Dos 143 municípios paraenses, 106 estão aptos a aplicar a nova regra.

Continue lendo (AQUI)