Transformar um simples copo de água mineral em um utilitário que tem a cara da cultura paraense. Este é um dos objetivos das oficinas de arte realizadas pela Fundação Curro Velho, um dos órgãos do governo estadual que compõem a Caravana do Pro Paz Cidadania Presença Viva no Marajó, aportada desde o sábado, 3, no município de São Sebastião da Boa Vista.
As atividades começaram por volta das 8 horas deste domingo e atraíram a atenção de centenas de crianças. “O material que utilizamos é 100% reutilizável. Até agora já usamos mais de 8 mil copos de água mineral, que foram distribuídos para os servidores que estão a bordo do navio”, explica Emerson de Souza, arte-educador da Fundação.
Antes das oficinas iniciarem, ele conversa com as crianças e explica a importância da reutilização do material. “O mais legal é que no final, nós observamos as crianças pedindo às pessoas para não jogarem os copos no chão, para que elas possam aproveitar o objeto. Isso é gratificante”.
Os copos e garrafas descartáveis usados nas oficinas são transformados em um símbolo bastante conhecido do cordel cultural paraense, o boneco cabeçudo de São Caetano de Odivelas. “Ao mesmo tempo em que as crianças aprendem a importância da reutilização do material, elas passam a conhecer um pouco mais sobre a cultura do nosso estado”, explica Emerson.
Em cada um dos municípios por onde a caravana já passou – Ponta de Pedras, Muaná e São Sebastião da Boa Vista – uma parte do que virá a ser um boneco cabeçudo em tamanho gigante começou a ser confeccionada. Ao final da ação, depois de unidas todas as partes, o boneco será exposto pelos profissionais da Fundação Curro Velho, representando a arte e dedicação de cada criança marajoara.
Fonte: Agência Pará