Um menino de dois anos teve 50% do corpo queimado em um acidente doméstico e foi salvo pela agilidade com que foi socorrido pelo Serviço de Resgate Aeromédico da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa), em parceria com a Empresa Emar Táxi Aéreo. A ação ocorreu na tarde desta sexta-feira (27), entre Belém e o município de Oeiras do Pará, no Baixo Tocantins.
O resgate aéreo da criança, feito por um helicóptero, reduziu de 10 horas para 40 minutos, o tempo de transporte até a capital paraense. Em condições de rotina, o menor teria de vir por via fluvial. Além disso, na chegada da criança a Belém, uma ambulância do SAMU 192 já o aguardava para levá-lo, de imediato, ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua.
A tripulação da aeronave, contava como piloto, copiloto, uma médica e uma enfermeira. O Serviço Aeromédico da Sespa dispõe de aeronave dedicada, dotada de equipamentos e material técnico, de Suporte Avançado de Vida, para transporte de adultos, crianças, neonatos, incluindo bebês prematuros, conforme portaria estabelecida pela Secretaria de Saúde. A regulação do serviço é feita 24 horas por dia, através de telefonia móvel, por médicos reguladores da Sespa.

Fonte: O LIBERAL