Deputados estaduais, vereadores e lideranças das regiões atingidas pelas enchentes – Marajó, Oeste e Transamazônica – reuniram-se nesta manhã com a coordenação da Defesa Civil do Pará, coronel PM/Bm Paulo Gérson na Sala Vip da Assembléia.O relato do desespero dos atingidos contrastou com as dificuldades na tomada de decisão por parte de alguns prefeitos das regiões. Há famílias que pedem apenas meia dúzia de tábuas para se locomover dentro das casas alagadas. Não é possível usar colchões nessas regiões. Estão sendo compradas 5.000 redes, a R$ 19,00 cada, para distribuição nas áreas.Segundo o coordenador da Defesa Civil, os recursos serão repassados às prefeituras, e advertiu: será exigida rigorosa comprovação da utilização desses recursos.Há dois casos, de um prefeito e um ex prefeito, que serão denunciados ao MP por terem desviados os recursos para atender os flagelados.Pergunto: como é possível evitar de chamar esses meliantes de canalhas?

FONTE: Blog do jornalista Juvêncio de Arruda
www.quintaemenda.blogspot.com