…Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia…” José Saramago – 1923 / 2010