Não é novidade pra ninguém a informação de que a malária no município de Anajás, só vem crescendo todos os anos. O Bispo da Prelazia do Marajó, Dom Luiz Azcona, reuniu a imprensa para denunciar que no município, só até julho deste ano, já foram registrados mais de 13 mil casos da doença.
É a indústria da malária que não dá trégua.
Ações ineficazes de combate à doença, recebem milhares de reais todos os anos, e são gastos inutilmente.
A SESPA é omissa e a FUNASA só repassa o dinheiro, e não fiscaliza sua utilização.

E o povo, sofrendo!