O prefeito de Soure, João Luís Melo, destacou o momento importante para o município, lembrando outras obras que estão sendo feitas pelo governo, como a estrada de Cachoeira do Arari a Ponta de Pedras, e a matrícula de 400 alunos no ProJovem. João Luís também disse que já está garantido o repasse de R$ 8 milhões para Soure, recursos oriundos do PAC/Funasa, para investimentos em sistema de abastecimento de água e saneamento.
O Marajó também está recebendo ações nas áreas de inclusão social e cidadania, com a implantação de Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), em Breves, para atender toda a região, e o plano estadual de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, elaborado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Foram entregues ainda quase 20 mil títulos de terra na região.
A Companhia de Portos e Hidrovias, vinculada à Seir, é responsável pela instalação de uma linha de transporte (Catamarã), que levará passageiros de Belém até o porto de Camará, em Salvaterra.
O Programa de Desenvolvimento do Turismo colocou o Marajó no roteiro nacional, por meio da consolidação de roteiros turísticos. O Prodetur dinamizará a economia da região, com investimentos de aproximadamente US$ 22 milhões, sendo 60% desse valor destinados à infraestrutura.
Será inaugurado, ainda este ano, o Hospital Regional do Marajó, com atendimento de média e alta complexidades, para atenderá a todos os municípios do arquipélago. Ainda neste primeiro semestre serão entregues os Hospitais Municipais de Bagre e Melgaço e liberados recursos para a conclusão da reforma do Hospital de Curralinho e Ponta de Pedras, e para as reformas dos Hospitais de Afuá, Anajás, Gurupá e Soure.