Agência Pará
Poesias, contos, crônicas e romances. A produção literária em língua portuguesa agora vai ser premiada, através do Prêmio Dalcídio Jurandir de Literatura. O prêmio foi instituído nesta quarta-feira (6), por meio de um decreto assinado pela governadora Ana Júlia Carepa.
O prêmio ocorrerá anualmente, sendo de responsabilidade da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (Centur), que deverá publicar o edital de lançamento da premiação. As obras devem, necessariamente, ser inéditas e os premiados permitirão o uso de suas imagens pela Fundação Tancredo Neves, que publicará suas respectivas obras.
As inscrições são gratuitas e ficarão abertas por um período de três meses, com local, datas e horário a serem publicados, por meio do edital da premiação, pela Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves. O decreto completo foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (6), e está disponível no site da Imprensa Oficial (http://www.ioepa.com.br/).