Fazendo uma análise superficial sobre a estrutura e modelos de festivais do Açaí e do Camarão em municipios marajoaras, se tem uma visão de como o amadorismo impera. Qual o verdadeiro intuito em promover uma festa regada a muita bebida e programação cultural duvidosa? Dou as seguintes sugestões de respostas: 1- Contemplar produtores e pescadores locais; 2- Comemora o inicio ou fim da safra do produto; 3- Alimentar o ego de organizadores que tentam enfiar em nossa “goela” que todos são os pais da criança. Escolha uma alternativa e comente:

Mas, este post faz outra comparação:

Festival do Camarão em Afuá:( Arena lotada)

Aconteceu neste último fim de semana (21 a 24), programação variada que contou com a presença de grandes artistas como: Zé Miguel, Joãozinho Gomes e Fafá de Belém e estrutura que só melhora ao longo dos anos.

Festival do Açai de Bagre: nativa amassando o açai no alguidar, tradição que se repete todos os anos
Apesar de ser bem mais carente, o municipio de Bagre se destaca por tentar fazer um verdadeiro festival do açai, com simplicidade, porém com uma e organização descentralizada, respeitando e resgatando as tradições.

Usei estes dois modelos para que os “coordenadores” do Fest. do Açai de SSBV, repensem o modelo para 2012, ano eleitoral..hein?
Fotos: Diego Pereira (Bagre) e Dalton Martins (Afuá)