Comentário ( poema ) deixado na caixinha do post “Vamos pedir Piedade”
ESPERANÇA É ACREDITAR


Se é pedra sobre o estéril
Plantar se torna imprudente
Se faz o gastar semente
Esperando solo clemente
Mais só será cemitério

Doce dor que germina
Fazendo cumprir a sina
De esperança única
Em atitude púnica

Porem é só o que resta
Jogar semente no solo
Fazer suor na testa
Esperar crescer o colo

Se esperança não há
Na força da atitude
Esperar a morte amiúde
Mais caixão não pode comprar

Se o céu é aliado
A terra faz sua arte
Germinando em qualquer parte
O alimento plantado

Ai tem recompensa
Para quem não se entregou
Enchera sua despensa
Caixão só para favor