Em setembro do ano passado (Veja AQUI)  a população da cidade de Melgaço se revoltou o por muito pouco não ateou fogo na concessionária de energia elétrica que presta serviço na cidade. Atendida por um termoelétrica da empresa Guascor do Brasil, as coisas pioraram muito após  o pedido de recuperação judicial feito pela REDE CELPA . O fornecimento de energia firme através do Linhão do Marajó ainda é um sonho e isso aumenta ainda mais a revolta dos melgacenses que já articulam fazer novas manifestações para pedir providências dos responsáveis para o fim do tormento.
Com a palavra a REDECELPA e a GUASCOR DO BRASIL ..