O que acontecerá com que precisar de atendimento de emergência no Marajó ?
O helicóptero do corpo de bombeiros que fazia a remoção de pacientes em risco de morte para serem atendidos na capital está fora de operação. Só porque o convênio firmado entre a SESPA e o Corpo de Bombeiros acabou a vigência.
Se ia terminar o prazo, por que não renovaram antes ?
Agora, que Deus nos acuda!