No blog da Franssinete Florenzano

No dia 10 de setembro do ano passado, em São Sebastião da Boa Vista, no arquipélago do Marajó, o prédio do destacamento da PM foi totalmente destruído e incendiado, depois que o cabo Ferreira atirou num morador da cidade. Dois policiais militares, o capitão Nóbrega e o cabo Élvis, foram feridos pelos vândalos. Pois até hoje a guarnição da PM no município espera a construção de um novo quartel. Os PMs são obrigados a se virar. A corporação está em alojamento alugado pela prefeitura. Alguns se albergam na delegacia de polícia civil. A balbúrdia é geral.