O Marajó entrou na moda há alguns dias com todo mundo querendo “abraçá-lo”, mas neste  momento que o povo da ilha mais precisa de uma atenção do poder publico, parece que tudo mesmo era uma festa.

Em meio à pandemia do coronavirus, que já matou quase 16 mil pessoas pelo mundo, sendo 34 no Brasil, e o Pará com 5 casos confirmados, os moradores de Breves, Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel, que apresentem sintomas do coronavirus,, não conseguirão saber se estão ou não infectados.

De acordo com denuncia que chegou ao site, a 8ª Regional de Saúde da SESPA, localizada em Breves, não tem o teste para disponibilizar para os hospitais de 7 municípios marajoaras sob sua responsabilidade.

Não conseguimos contato com a assessoria de comunicação da SESPA, mas deixamos espaço para esclarecimentos.