No 31º sorteio (2010) a Corregedoria Geral da União fez uma devassa na prestação de contas do recursos públicos federais repassados ao municipio. Leia com atenção e tire sua conclusões.

Deixamos o espaço aberto aos citados no relatório para que nos envie para publicação as adequações aos erros apontados no relatório (se houverem)