Após amplo debate em assembleia geral, a categoria dos trabalhadores em educação da rede pública de ensino de Breves, deliberou pela GREVE por tempo indeterminado. A pauta de reinvidicações da categoria inclui, prioritariamente, melhorias das condições de trabalho, pagamento do piso salarial dos profissionais do magistério, reajuste salarial dos demais trabalhadores em educação abrangidos pelo PCCR Unificado dos Trabalhadores em Educação da Rede Municipal, ampliação da rede física escolar entre outros pontos.

A assembleia foi realizada na Escola Miguel Bitar e contou com um significativo número de trabalhadores. A categoria já se encotrava em Estado de Greve desde a última assembléia ocorrida no dia 23/03/2012 na Escola Emerentina Moreira e, após receber da Secretaria Municipal de Educação as informações sobre as propostas de reajuste contante da Campanha Salarial 2012 e, sendo que boa parte das propostas da categoria não foram contempladas, os trabalhadores deflagravam o movimento paredista até que suas reinvidicações sejam atendidas.
 Fabio Paes
Coordenador Regional do SINTEPP – Marajó 

Fonte:http://sintepp.org.br/v2011/noticias_4col/abrir.php?id_noticia=169