O dinheiro apreendido formou uma pequena montanha de grana suja. 

O Ministério Público Federal de Mato Grosso denunciou nove pessoas sob acusação de envolvimento no caso do dossiê negociado em 2006 por petistas contra o então candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra.
Entre os denunciados, estão os “aloprados” Jorge Lorenzetti, Expedito Veloso, Osvaldo Bargas e Gedimar Pereira Passos, que trabalhavam na campanha… de reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
Constam ainda da denúncia os nomes de Hamilton Lacerda, ex-braço direito do hoje ministro Aloizio Mercadante (Educação) e do empresário Valdebran Padilha, que em 2004 atuou como arrecadador da campanha petista à prefeitura de Cuiabá.
Os outros três denunciados são os empresários Fernando Manoel Ribas Soares e Sirley Silva Chaves, além de Levy Luiz da Silva Filho (cunhado de Sirley). Fernando e Sirley são sócios na Vicatur, empresa de turismo suspeita de ser a origem de parte dos R$ 1,7 milhão que seriam utilizados na compra do dossiê.

Continue lendo AQUI

NOTA DO BLOG
Qualquer semelhança futura com quadrilha que desvia dinheiro público de prefeitura marajoara, “não será mera coincidência”