Retornei ao Pará neste 13 de março, convocado pela reunião do Comitê estadual do PCdoB, a primeira em 30 anos sem a presença de Neuton Miranda. Não pude comparecer ao velório dele; fui partilhar da tristeza mas, ao mesmo tempo, me irmanar com a combatividade reconhecida dos comunistas paraenses.

por Walter Sorentino* Secretário nacional de Organização do PCdoB
LEIA MAIS: www.pcdob.org.br/noticia.php?id_noticia=125770&id_secao=3