Funcionando há dois dias, o Hospital de Campanha do Marajó, instalado no município de Breves, já atende seis pacientes com quadro clínico de covid-19. Nesta quarta-feira (13), existem quatro pacientes em enfermarias e dois em leitos de estabilização. A unidade é referência para 318 mil habitantes da região, oriundos dos municípios de Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel. Pacientes dos demais municípios estão sendo transferidos para o Hospital de Campanha de Belém.

O médico Anderson Almeida explica como funciona o atendimento dos pacientes que dão entrada por meio do setor de regulação do Estado. “Após avaliação do quadro clínico do paciente (se positivo ou suspeito para covid-19), ele é direcionado pelo sistema de regulação ao Hospital. Chegando aqui, realizamos a continuidade do tratamento, priorizando exames diários feitos em laboratório próprio e a realização de tomografia de tórax”, disse o médico.

Com a estrutura hospitalar de 1.600 m², montada no ginásio de esportes da cidade, o quarto hospital de campanha erguido pelo governo do Estado possui 56 leitos clínicos e quatro leitos de UTI. No total são 60 leitos. A equipe que atua no hospital é treinada especificamente para o combate à covid-19 e conta com 130 profissionais, entre médicos, enfermeiros e equipe administrativa.

“O Hospital Campanha de Breves, sem dúvida, irá trazer um melhor gerenciamento dos pacientes que necessitam de suporte clínico, visto que a região tem características peculiares. Certamente irá desafogar os serviços de emergências, hospitais e Unidades de Pronto Atendimento, tanto de nossa cidade quanto das outras cidades do Marajó”, frisou Anderson Almeida, médico do Hospital de Campanha do Marajó.

O Hospital de Campanha de Breves funciona como uma unidade de internação de pacientes de média e baixa complexidade (com síndromes respiratórias e/ou positivados para covid-19), servindo como retaguarda para os hospitais de referência na região do Marajó.

Fonte: AGPA